quarta-feira, 20 de maio de 2009

Bimbache Extrem: Rescaldo





















Já de regresso a casa depois da desistência no Bimbache Extrem, o sentimento geral da equipa neste momento é de frustração e desilusão por não termos conseguido atingir o objectivo a que nos propusemos: terminar a prova.

O Bimbache é uma prova com fama de ser muito dura. Nós pudemos comprová-lo, e as últimas notícias já davam 9 desistências em 21 das equipas que partiram. Os motivos são vários: lesão, acidente, ou simplesmente o facto de ser uma prova muito exigente fisicamente, tecnicamente e até psicologicamente. No nosso caso uma lesão antiga reapareceu durante a primeira noite e tivemos que ficar a meio da 4ª secção (BTT).

De qualquer forma as 20 horas que estivemos em prova permitiram-nos ter a noção da enorme tarefa que é terminar esta prova duríssima, e não pudemos deixar de ficar impressionados com o andamento fortíssimo de algumas das equipas da frente do pelotão internacional que ali estavam presentes.

Aqui ficam algumas fotos nossas da secção de trekking de montanha e da fantástica secção de espeleologia aquática onde passámos cerca de 2h30m dentro de uma gruta a descer um rio subterrâneo:




















































Vídeo do primeiro dia de prova onde a nossa equipa aparece algumas vezes:




Queremos agradecer os patrocínios da GLOBAZ e da POLISPORT, e também os apoios da Garagem Paciência e da Associação Portuguesa de Corridas de Aventura pelo material que nos emprestou e através da qual conseguimos uma carrinha das Aldeias do Xisto para a assistência.

Por último queremos também agradecer ao Fred, pela assistência que nos prestou durante a prova, e a todos os que nos enviaram mensagens de apoio ao longo dos últimos dias.

Equipa GLOBAZ.PT - POLISPORT

2 comentários:

Gaspar disse...

as fotos mostram a beleza da prova!
parabéns pela coragem!
abraços
jg

Miguel disse...

Só posso imaginar a dureza desta prova. Mas mais do que se sentirem desmoralizados, o facto de não poderem terminar só vos deve dar alento para as próximas provas e uma nova oportunidade de competir com o melhor pelotão internacional.
Compreendo a frustração e lamento a lesão, mas pelo que vi nas fotos, valeu a pena a deslocação e a experiência!
Força Globaz!!!